A primeira plataforma de crowdfunding científico do Brasil. Financie a ciência que importa pra você.

Marca-passo para tratar Doença de Parkinson

A doença de Parkinson (DP), conhecida como mal de Parkinson, é uma doença neurodegenerativa, ou seja, que afeta o cérebro dos pacientes, e que não possui cura. A maneira como a DP afeta o cérebro é bastante conhecida. Nela, regiões profundas do cérebro, os núcleos da base, se degeneram gradualmente,  e deixam de se comunicar com outras regiões cerebrais. Essa comunicação dos núcleos da base com o resto do cérebro é muito importante para o correto funcionamento do cérebro, principalmente para o movimento. Quando comprometida, normalmente geram sintomas relacionados ao movimento, como tremores, lentidão dos movimentos e perda de equilíbrio, por exemplo.

Vista lateral do cérebro humano realizada por exame de Ressonância Magnética (fonte: Google)

Na maior parte dos casos, é possível tratar a doença por meio de medicamentos. Tais medicamentos visam reestabelecer a comunicação dos núcleos da base com o resto do cérebro, diminuindo os sintomas da doença. Por outro lado, uma parcela dos pacientes portadores da DP não apresentam melhora durante esse tratamento. Nesses casos, a Estimulação Cerebral Profunda tem se mostrado bastante promissora.

A Estimulação Cerebral Profunda (ECP) é um tratamento cirúrgico em que um marca-passo é responsável por liberar impulsos elétricos a fim de substituir função daquelas regiões cerebrais degeneradas pela doença. Desse modo, é possível reestabelecer a comunicação cerebral comprometida pela doença, reduzindo ou extinguindo os sintomas.

No vídeo, médicos do Neuromedical Center, nos EUA, demonstram os efeitos da ECP em Richardson, paciente diagnosticado com Doença de Parkinson.





Os tremores de Richardson o impedem de desempenhar atividades diárias simples, como escovar os dentes ou comer, por exemplo. Após os médicos acionarem o marcapasso, os tremores cessam e Richardson recupera o controle dos movimentos. Hoje, Richardson abandonou o tratamento médico à base de remédio, e segue apenas com a ECP.

Estudos estão em andamento em todo o mundo a fim de investigar a efetividade e risco do tratamento com ECP. 

Faça a ciência acontecer!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela mensagem. Entraremos em contato em breve!